EscolaDigital Logo2

Organização do agrupamento, decorrentes da aplicação do Decreto-lei nº 10-A/2020

FaceBook  Twitter

Informações da organização do agrupamento, decorrentes da aplicação do Decreto-lei nº 10-A/2020 que estabelece medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus - COVID 19

1 - Ficam suspensas as atividades letivas e não letivas e formativas com presença de estudantes, de educação pré-escolar, básica, secundária, com início no dia 16 de março de 2020, sendo esta medida reavaliada no dia 9 de abril de 2020.
2 - Serão garantidas as prestação de refeições a alunos beneficiários do escalão A da ação social escolar, pelo que os encarregados de educação deverão fazer a sua marcação através da plataforma do GIAE-online.
3 - Serão garantidas as medidas de apoio aos alunos das unidades especializadas que seja considerada indispensável.
4 - A escola Básica nº 3 (Contacto 917003203), é o estabelecimento de ensino que promove o acolhimento dos filhos a cargo dos profissionais de saúde, das forças e serviços de segurança e de socorro, incluindo os bombeiros voluntários, e das forças armadas, os trabalhadores dos serviços públicos, de gestão e manutenção de infraestruturas essenciais, desde que cumpridos os requisitos cumulativos:
4.1 - Estes profissionais deverão apresentar o cartão de identificação do serviço, quando deixarem o seu educando à guarda da escola.
4.2 - Deverão facultar contacto direto, bem como contacto de outro familiar.
4.3 - Deverão garantir que o seu educando não permanecerá no estabelecimento além do período de funcionamento, (8.00h -18.30h), ou em caso de doença súbita/acidente.
5 - Os serviços administrativos do agrupamento de escola estarão abertos ao público exclusivamente para inscrição nos exames, no período definido para o efeito.

COMUNICADO - Pandemia de COVID-19

FaceBook  Twitter
Informam-se todos os alunos e Encarregados de Educação que o Agrupamento de Escolas Michel Giacometti se encontra a cumprir todas as orientações provenientes das Autoridades de Saúde e da Direção Geral de Estabelecimentos Escolares, em relação à prevenção da pandemia de COVID-19 e constantes no micro-site da Direção Geral de Saúde (DGS).

Para tal foi elaborado um Plano de Contingência, constante na página electrónica do Agrupamento.

No caso de se verificar alguma situação positiva confirmada pela DGS, tomaremos as medidas necessárias, aconselhadas pelo Ministério da Educação.

Quinta do Conde, 12 de março de 2020
O Diretor
Eduardo Cruz

Critérios de Avaliação para planos curriculares desenvolvidos ao abrigo do Decreto-Lei nº 55/2018

(1º, 2º, 5º, 6º, 7º, 8º, 10º e 11º anos de escolaridade do ensino regular em 2019/2020)

Com a publicação do perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória, o ministério da educação iniciou uma série de mudanças da educação em Portugal. O Decreto-Lei nº 55/2018 determina autonomia das escolas na gestão do currículo escolar dos alunos, tendo no ano letivo de 2018/2019, este Decreto-Lei sido aplicado aos primeiros anos dos ciclos, num processo sequencial que terminará em 2020/2021. A par de tudo isto foram homologadas as aprendizagens essenciais para as disciplinas dos diferentes anos de escolaridade (consulte aqui: Ensino Básico, Ensino Secundário).

Tornou-se necessário a escola proceder à alteração dos critérios de avaliação, adequando-os a um novo paradigma de educação na escolaridade obrigatória. Desta forma o Conselho Pedagógico definiu os seguintes critérios gerais, baseados nas aprendizagens essenciais:

Centro Qualifica - Nova Oferta Formativa para Adultos 2019-2020

FaceBook  Twitter

Estas unidades de curta duração destinam-se a utentes que queiram desenvolver competências  no domínio da informática na ótica do utilizador e no domínio falado e escrito da língua inglesa. Estas UFCD têm a duração de 50 horas de formação.

muralb